Ocorreu um erro neste dispositivo

terça-feira, 11 de maio de 2010

De Sensual - Segredos de uma mulher casada

Mais um soberbo conto de um blog magnifico que me deu trabalho a escolher qual aqui a editar. Todos os contos lá editados são deliciosos e, como não sabia qual deles escolher, escolhi o primeiro da autora.

CINDERELA

- Gosta de carros grandes?

- Depende do que se faz dentro deles – e faz mover as ondas do cabelo.

Vaporoso vestido de seda preta, cabelo de anúncio de xampu, salto do sapato com a altura da estratosfera. Ele de smoking, brilho no olhar e na abotoadura dourada, jeito de príncipe. Meia dúzia de minutos de conversa, encontro casual, casualíssimo. Ele pergunta, ela responde, ele treme leve, o olho dela diz Why not?

Minutos depois o grande automóvel pára em tranqüilo-lugar. Banco traseiro prêmio de maciez. Brinco guardado na bolsa, meia e muito mais no chão, ela envia um dos tornozelos espiar pelo lado de fora da janela, afasta o outro para o lado oposto, muito longe. A seda negra do vestido arregaçada até o umbigo traz à visão uma outra seda, muito mais negra, muito úmida. Brilhantes pela tensão e pela borracha os centímetros do rapaz desaparecem um após o outro, o portal negro a devorá-los em silêncio.

Ela dá grito fino de agulha, ele não sente dor mas geme. Rápida, a mão dela lhe arranca o plástico, a semente cálida lhe acaricia até o cordão do pescoço.

Voltam metade de hora depois. Ela ajeita o cabelo, mesmo sorriso. Arranca um dos sapatos, deixa no banco. .

Ela já a cinco passos, a misturar-se à cidade. Ele pergunta Qual é seu nome?

Ela mal se volta:

- Cinderela.


http://mulher-sensual.blogspot.com/2009_05_01_archive.html

2 comentários:

Ana Beatriz disse...

Olá Felício,
acaso dos acasos, dei uma passada no meu blog e vi sua mensagem. É com prazer que vejo um dos meus continhos aqui. E fico feliz que tenha escolhido o "Cinderela". É um dos que mais gosto.
beijos, Beatriz

Felídeo disse...

Ainda bem que gostou Ana Beatriz!

Também foi por acaso que encontrei o seu blog, e foi um bom acaso, tem lá contos muito giros. Espero encontrá-la mais vezes por aqui.

Beijos

Seguidores

Pesquisar neste blogue

A minha foto
Sociais embora solitários, meigos e não piegas e, agressivos quando ameaçados. É este equilibrio que me fascina nos felídeos. Zoológicamente são a minha identificação. Considero os afectos humanos muito intrinsecados com a escolha do animal preferido...

Acha o seu género mais privilegiado que o oposto?

Relativamente ao sexo, para si, qual o primeiro sentido? (as opções encontram-se por ordem alfabética)

Como prefere a pessoa do sexo oposto?

Acha que todo o ser humano é potencial homossexual?