Ocorreu um erro neste dispositivo

domingo, 28 de fevereiro de 2010

sábado, 27 de fevereiro de 2010

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Madame D(uloren)

Duloren, uma marca de lingerie unisexo que anda a criar polémica por esse mundo fora com as suas campanhas publicitárias. Tirando a parte prática do seu objectivo como tantas outras marcas; o lucro, esta à semelhança da Benetton provoca as massas com uma filosofia de despertar sentidos.
Bem ou mal, não me compete a mim embora tenha direito a uma opinião. Ou por outra, dou a minha opinião sim senhor, com um provérbio: "Quem não quer ser lobo, não lhe vista a pele!"

Artigo retirado da Portal Propaganda:

Homens a postos! A Duloren vai chamar a atenção do sexo masculino em sua campanha publicitaria de Março. A marca de lingerie aposta no slogan “Você não imagina do que uma Duloren é capaz” e, sob a ressalva de que “Só Jesus é fiel”, vai defender a postura da mulher de pensar em trocar de marido ou namorado quando ela se sentir abandonada ou rejeitada por ele.

A nova campanha mostrará um casal em momento de total desarmonia: enquanto ele assiste à TV, sem dar a menor atenção à mulher; ela, sentindo-se super sexy com conjunto de lingerie Duloren (coleção Oásis), fala ao telefone já pensando no quanto pode ser desejada, e até mesmo amada, por outro.

“A mulher Amélia não existe mais. Hoje, quem não dá atenção à mulher que tem, corre o risco de perdê-la. A fila anda!”, explica Marcos Silveira, diretor de criação da campanha e da Agnelo Pacheco Rio, agência de comunicação da Duloren.

Segundo pesquisa realizada no final do ano, pela agência, 420 mulheres das classes A e B, entre 20 e 35 anos, foram entrevistadas e, 74% delas afirmaram já ter trocado de parceiro por falta de carinho, companheirismo e atenção. E não pensariam duas vezes em repetir o ato se o atual parceiro cometesse o mesmo erro.

“A Duloren sempre valorizou a mulher em suas campanhas e acredita que a sensualidade é um ingrediente indispensável à mulher brasileira. Desta vez queremos chamar a atenção deles também. Afinal as mulheres estão cada vez mais bonitas, sensuais e independentes, correm atrás do que querem”, ressalta Denise Areal, gerente de marketing e estilo da Duloren.

A nova campanha da marca será veiculada no início de Março em mídia impressa e nos mais de 20 mil pontos de venda em todo o Brasil.

http://www.portaldapropaganda.com.br/portal/component/content/article/16-capa/16632-duloren-cria-polemica-em-nova-campanha-publicitaria.html



Outros da Duloren





E, passando a publicidade, não resisto a indicar o sitio desta marca com postura liberal, erótica e exótica:
http://www.duloren.com.br/home/index.php

Uma por dia

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

domingo, 21 de fevereiro de 2010

sábado, 20 de fevereiro de 2010

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Quem nunca..., que atire a primeira pedra

Que os homens têm fantasias de gang girls, todos nós sabemos, e eles assumem. Que elas têm fantasias de gang boys, todos nós sabemos, mas nem todas assumem.

Ao longo da história da humanidade vamos tendo relatos mais ou menos disfarçados de que o sexo grupal é uma luxúria apetecida e estimulante da libido. Pode não, de certeza, passar daqui para a maioria das pessoas no entanto, todas a vêem como um acto de muito prazer.

Por se confundir liberdade social com individual, acham os Homens que têm o direito reduzir a vontade dos outros à sua liberdade de opção e decisão. Acham os homens que conseguem controlar as fantasias das mulheres com a sua matéria muscular e atitudes marcianas. Por reflexo, conseguem as mulheres, com leveza e subtileza venusiana, reduzir as suas fantasias a um acto intimo sem confidentes. É como que um doce amargo para mulheres e homens. Para elas, a parte doce; como seres sonhadores inatos, conseguem tirar prazer do sonho e sorrirem interiormente, a amarga; não podem partilhar a tão boa sensação de estímulos por correrem o risco de rótulos ninfomaníacos e, em tempos, até acusadas de bruxas e feiticeiras. Para eles, a doce; não há, a amarga; não têm o prazer de terem prazer com o prazer delas.

Uma por dia

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

sábado, 13 de fevereiro de 2010

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Uma por dia

Clique sobre a imagem

domingo, 7 de fevereiro de 2010

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Uma por dia

Sensualidade

No vídeo a sensualidade é coreografada, maquilhada, manipulada, etc.. Tal como os automóveis, o final da produção nunca é igual ao protótipo, o hamburguer da fotografia nunca é igual ao servido, entre outros exemplos da vida real. Principalmente os homens, excitam-se e não querem saber se é ou não manipulada a imagem que vêem num filme / revista erótico ou de sexo. Vivem mais ansiosos isso é verdade no entanto, por viverem o sexo mais infantilmente, vivem mais felizes. O efeito perverso é quererem chegar a casa e terem, no exemplo, uma Pamela David, o que os faz cair na realidade porque, as relações físicas não são imaginárias e ou fabricadas, não têm coragem e bom senso de sugerir às mulheres que se produzam e fantasiem em conjunto cenas de sensualidade.

As mulheres que têm mais maturidade e por isso, são vitimas da falta de infantilidade, não vivem as imagens eróticas e de sexo fictícias como os homens aliás, a maioria nem vive sequer. Têm dotes inatos de sensualidade no entanto, inibem-se e não tomam a iniciativa de os pôr em prática. Frustram-se por não conseguirem a tal coreografia e manipulação enganadora da realidade quando, bastava atreverem-se em se produzir e fantasiar cenas de sensualidade. Não chega porem uma camisa, meias de ligas, cuequinhas eróticas, unhas pintadas, cabelo arranjado, etc., é preciso arrojarem-se e sugerir com actos e, não confundir sensualidade com romantismo.




Pamela David - Playboy TV
by lebiok

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Uma por dia

Os sentidos no sexo

Resultados da sondagem que decorreu de 3 a 31 de Janeiro. Obrigado aos participante.

Relativamente ao sexo, para si, qual o primeiro sentido? (as opções encontram-se por ordem alfabética)

Audição 1 (16%)

Olfacto 2 (33%)

Paladar 0 (0%)

Tacto 2 (33%)

Visão 1 (16%)

Votos apurados: 6
Sondagem fechada



Vale a pena ver o video que aborda o tema dos sentidos no sexo. Embora, à primeira vista, possa parecer um programa de preparação para gente inexperiente, há uma coisa que o sexo não tem; idade.
O video: Podsex - bloco 2

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Seguidores

Pesquisar neste blogue

A minha foto
Sociais embora solitários, meigos e não piegas e, agressivos quando ameaçados. É este equilibrio que me fascina nos felídeos. Zoológicamente são a minha identificação. Considero os afectos humanos muito intrinsecados com a escolha do animal preferido...

Acha o seu género mais privilegiado que o oposto?

Relativamente ao sexo, para si, qual o primeiro sentido? (as opções encontram-se por ordem alfabética)

Como prefere a pessoa do sexo oposto?

Acha que todo o ser humano é potencial homossexual?