Ocorreu um erro neste dispositivo

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Acabou!


É isso mesmo, acabou! Aos que me prezam e gostam de mim, peço desculpa por acabar este blog. Fiquei assexuado e por isso não me dá mais interesse continuar. Reflecti sobre a minha vida, e por ela não ser nada de estimulante estou a pensar em refugiar-me e optar por uma vida eremítica.

A todos, muito obrigado por me visitarem e àqueles que comentavam as minhas delicias, todos os adjectivos bonitos que possam imaginar.

Beijos e abraços

5 comentários:

Deb. disse...

Mon cher

Faça isso não. A gente não fica assexuado pra sempre... São períodos. Dê um tempo no blog, como damos um tempo em várias coisas na vida de vez em quando. Mas não acabe com ele não. Deixe ali no cantinho, no aguardo de novidades.

E seja lá o que for que tenha motivado isso, se quiser conversar, me escreva, tá?

Beijos,
Deb.

Deb. disse...

ps - A menos que isso seja simplesmente um 1o de abril, e aí vou querer te bater.... rsss Deteeeeesto pegadinhas de 1o de abril.

Alice disse...

Vc foi quase bom!!! hahahaha

Anatomista Sensorial disse...

Felídeo,

Há muito mais em torno de ti do que posso ver; é preciso atenção, e gosto muito disso.

Primeiro a surpresa
De quem pensa e lê na horizontal
Abriu então meu pensamento vertical

Abraço !

Felídeo disse...

Deb.,
Com seu primeiro comentário quase me senti injusto em relação a si. Tocou-me a sua bela, simpática e amiga mensagem. Cimentou o que já pensava de si, uma pessoa com princípios.

Foi sim partida de 1º de Abril e, como você detesta, as minhas desculpas, Mas, não me leve a mal, partidas inocentes são também uma forma de carinho e fazer divertir quem gostamos.

Beijo com muito carinho.

Alice,
hehehehehe, e que quase foi esse?

Anatomista Sensorial,
Do seu primeiro parágrafo: obrigado por me considerar uma pessoa inteligente!

É verdade quanto à horizontal mas, quase todos os meus títulos são verticais.

Grande abraço

Seguidores

Pesquisar neste blogue

A minha foto
Sociais embora solitários, meigos e não piegas e, agressivos quando ameaçados. É este equilibrio que me fascina nos felídeos. Zoológicamente são a minha identificação. Considero os afectos humanos muito intrinsecados com a escolha do animal preferido...

Acha o seu género mais privilegiado que o oposto?

Relativamente ao sexo, para si, qual o primeiro sentido? (as opções encontram-se por ordem alfabética)

Como prefere a pessoa do sexo oposto?

Acha que todo o ser humano é potencial homossexual?